quinta-feira, junho 13, 2024
InícioO que é Câncer de Bexiga (Células de Transição)

O que é Câncer de Bexiga (Células de Transição)

Marcar minha Consulta

O que é Câncer de Bexiga (Células de Transição)

O câncer de bexiga é uma doença que afeta as células de transição presentes no revestimento interno da bexiga. Essas células são responsáveis por permitir a expansão e contração da bexiga, de acordo com a quantidade de urina presente. Quando ocorre uma mutação nessas células, elas podem se multiplicar de forma descontrolada, formando tumores cancerígenos.

Fatores de Risco

Existem diversos fatores de risco que podem aumentar as chances de desenvolver câncer de bexiga. Entre eles, destacam-se:

Tabagismo: O tabagismo é considerado o principal fator de risco para o desenvolvimento de câncer de bexiga. A exposição aos produtos químicos presentes no cigarro pode danificar as células de transição da bexiga, aumentando o risco de mutações.

Exposição a produtos químicos: A exposição a certos produtos químicos, como arsênio e derivados de petróleo, pode aumentar as chances de desenvolver câncer de bexiga. Esses produtos químicos podem ser encontrados em ambientes de trabalho, como indústrias químicas e de tintas.

Infecções do trato urinário: Infecções recorrentes do trato urinário podem aumentar o risco de desenvolver câncer de bexiga. A presença constante de bactérias na bexiga pode causar inflamação crônica, danificando as células de transição.

Idade: O risco de desenvolver câncer de bexiga aumenta com a idade. A maioria dos casos é diagnosticada em pessoas com mais de 55 anos.

Gênero: Os homens têm uma chance maior de desenvolver câncer de bexiga em comparação com as mulheres. Isso pode estar relacionado à maior incidência de tabagismo entre os homens.

Histórico familiar: Pessoas com parentes de primeiro grau que tiveram câncer de bexiga têm um risco aumentado de desenvolver a doença.

Sintomas

Os sintomas do câncer de bexiga podem variar de acordo com o estágio da doença. Alguns dos sintomas mais comuns incluem:

Sangue na urina: A presença de sangue na urina, mesmo que não seja visível a olho nu, é um dos principais sintomas do câncer de bexiga. Esse sintoma é conhecido como hematúria e deve ser investigado imediatamente.

Dor ou desconforto ao urinar: O câncer de bexiga pode causar dor ou desconforto ao urinar. Isso pode ser acompanhado de uma sensação de urgência em urinar com frequência.

Alterações no hábito urinário: O câncer de bexiga pode causar alterações no hábito urinário, como aumento da frequência urinária ou dificuldade em urinar.

Dor na região pélvica: Em estágios mais avançados da doença, o câncer de bexiga pode causar dor na região pélvica.

Diagnóstico

O diagnóstico do câncer de bexiga geralmente envolve uma combinação de exames e testes. Alguns dos principais métodos de diagnóstico incluem:

Exame físico: Durante o exame físico, o médico pode realizar um toque retal ou pélvico para verificar se há anormalidades na bexiga ou na próstata.

Exame de urina: O exame de urina pode ajudar a identificar a presença de sangue ou células cancerígenas na urina.

Cistoscopia: A cistoscopia é um procedimento que permite ao médico visualizar o interior da bexiga. Durante o procedimento, um tubo fino e flexível é inserido pela uretra até a bexiga, permitindo a visualização de possíveis tumores.

Biópsia: A biópsia é um procedimento no qual uma pequena amostra de tecido é retirada da bexiga para análise laboratorial. Essa análise permite determinar se as células são cancerígenas e qual o tipo de câncer presente.

Tratamento

O tratamento do câncer de bexiga pode variar de acordo com o estágio da doença e a saúde geral do paciente. Alguns dos principais métodos de tratamento incluem:

Cirurgia: A cirurgia é frequentemente utilizada para remover tumores cancerígenos da bexiga. Em alguns casos, pode ser necessário remover parte ou toda a bexiga.

Quimioterapia: A quimioterapia é um tratamento que utiliza medicamentos para destruir as células cancerígenas. Pode ser administrada antes ou após a cirurgia, com o objetivo de reduzir o tamanho do tumor ou eliminar células cancerígenas remanescentes.

Imunoterapia: A imunoterapia é um tipo de tratamento que estimula o sistema imunológico a combater as células cancerígenas. Pode ser utilizada em conjunto com a quimioterapia ou como tratamento isolado.

Radioterapia: A radioterapia utiliza radiação de alta energia para destruir as células cancerígenas. Pode ser utilizada antes ou após a cirurgia, ou como tratamento principal em casos em que a cirurgia não é uma opção.

Prevenção

Embora não seja possível prevenir completamente o câncer de bexiga, algumas medidas podem ajudar a reduzir o risco de desenvolver a doença. Entre as principais medidas de prevenção, destacam-se:

Parar de fumar: O tabagismo é o principal fator de risco para o câncer de bexiga. Parar de fumar pode reduzir significativamente as chances de desenvolver a doença.

Evitar a exposição a produtos químicos: Evitar a exposição a produtos químicos tóxicos, como arsênio e derivados de petróleo, pode ajudar a reduzir o risco de câncer de bexiga.

Beber água suficiente: Manter-se hidratado e beber água suficiente pode ajudar a diluir a urina e reduzir o risco de infecções do trato urinário, que podem aumentar o risco de câncer de bexiga.

Ter uma alimentação saudável: Uma alimentação saudável, rica em frutas, legumes e fibras, pode ajudar a fortalecer o sistema imunológico e reduzir o risco de câncer de bexiga.

Realizar exames regulares: Realizar exames regulares, como exame de urina e cistoscopia, pode ajudar a identificar precocemente o câncer de bexiga, aumentando as chances de sucesso no tratamento.

Conclusão

O câncer de bexiga é uma doença que afeta as células de transição presentes no revestimento interno da bexiga. É importante estar atento aos sintomas e realizar exames regulares para um diagnóstico precoce. Com um tratamento adequado e medidas de prevenção, é possível reduzir o impacto do câncer de bexiga na vida das pessoas.

Marcar minha Consulta

Mais Popular

Abrir bate-papo
💬 Precisa de ajuda?
Olá 👋
Precisa de procedimentos cirúrgicos, exames ou consultas?
Fale conosco agora!