sexta-feira, junho 14, 2024
InícioO que é Câncer de Bexiga (Células Escamosas)

O que é Câncer de Bexiga (Células Escamosas)

Marcar minha Consulta

O que é Câncer de Bexiga (Células Escamosas)

O câncer de bexiga é uma doença que se desenvolve nas células da bexiga, um órgão em forma de saco localizado na parte inferior do abdômen. Existem diferentes tipos de câncer de bexiga, sendo um deles o câncer de bexiga de células escamosas.

O que são células escamosas?

As células escamosas são um tipo de célula epitelial que reveste a superfície externa do corpo e as cavidades internas. Elas são planas e têm forma de escamas, daí o nome. Essas células desempenham um papel importante na proteção dos tecidos subjacentes e na manutenção da integridade da pele e das mucosas.

O que é câncer de bexiga de células escamosas?

O câncer de bexiga de células escamosas é um tipo raro de câncer de bexiga que se origina nas células escamosas presentes na parede da bexiga. Esse tipo de câncer representa menos de 5% de todos os casos de câncer de bexiga.

Causas do câncer de bexiga de células escamosas

As causas exatas do câncer de bexiga de células escamosas ainda não são totalmente compreendidas. No entanto, existem alguns fatores de risco conhecidos que podem aumentar a probabilidade de desenvolvimento dessa doença. Entre eles estão:

Fumar

O tabagismo é um dos principais fatores de risco para o desenvolvimento do câncer de bexiga de células escamosas. A exposição aos produtos químicos tóxicos presentes no tabaco pode danificar as células da bexiga, levando ao desenvolvimento de câncer.

Infecções crônicas

Infecções crônicas, como infecções urinárias recorrentes, podem aumentar o risco de desenvolvimento de câncer de bexiga de células escamosas. A inflamação crônica causada por essas infecções pode danificar as células da bexiga e levar ao desenvolvimento de câncer.

Exposição a produtos químicos

A exposição a certos produtos químicos, como arsênio e produtos químicos presentes em tintas e corantes, pode aumentar o risco de desenvolvimento de câncer de bexiga de células escamosas. Esses produtos químicos podem danificar o DNA das células da bexiga, levando ao desenvolvimento de câncer.

Sintomas do câncer de bexiga de células escamosas

Os sintomas do câncer de bexiga de células escamosas podem variar de pessoa para pessoa. Alguns dos sintomas mais comuns incluem:

Sangue na urina

A presença de sangue na urina, também conhecida como hematúria, é um dos sintomas mais comuns do câncer de bexiga de células escamosas. O sangue pode ser visível a olho nu ou pode ser detectado apenas em exames de urina.

Dor ao urinar

A dor ao urinar, também conhecida como disúria, pode ser um sintoma do câncer de bexiga de células escamosas. Essa dor pode ser leve ou intensa e pode estar associada a uma sensação de queimação ou desconforto.

Aumento da frequência urinária

O aumento da frequência urinária, também conhecido como poliúria, pode ser um sintoma do câncer de bexiga de células escamosas. A pessoa pode sentir a necessidade de urinar com mais frequência do que o normal, mesmo que a quantidade de urina seja pequena.

Diagnóstico do câncer de bexiga de células escamosas

O diagnóstico do câncer de bexiga de células escamosas geralmente envolve uma combinação de exames e testes. Alguns dos métodos de diagnóstico mais comuns incluem:

Cistoscopia

A cistoscopia é um exame que permite ao médico visualizar o interior da bexiga usando um tubo fino e flexível chamado cistoscópio. Esse exame pode ajudar a identificar a presença de tumores ou outras anormalidades na bexiga.

Biópsia

A biópsia é um procedimento em que uma pequena amostra de tecido é retirada da bexiga para análise em laboratório. Essa amostra pode ser obtida durante a cistoscopia ou por meio de uma cirurgia chamada ressecção transuretral da bexiga.

Tratamento do câncer de bexiga de células escamosas

O tratamento do câncer de bexiga de células escamosas depende do estágio da doença e de outros fatores individuais. Alguns dos tratamentos mais comuns incluem:

Cirurgia

A cirurgia é frequentemente utilizada para remover o tumor da bexiga. Dependendo do estágio do câncer, pode ser necessário remover apenas o tumor ou pode ser necessário remover parte ou toda a bexiga.

Quimioterapia

A quimioterapia é um tratamento que utiliza medicamentos para destruir as células cancerígenas. Pode ser administrada antes da cirurgia para reduzir o tamanho do tumor ou após a cirurgia para destruir as células cancerígenas remanescentes.

Radioterapia

A radioterapia é um tratamento que utiliza radiação de alta energia para destruir as células cancerígenas. Pode ser utilizada antes da cirurgia para reduzir o tamanho do tumor ou após a cirurgia para destruir as células cancerígenas remanescentes.

Conclusão

Em resumo, o câncer de bexiga de células escamosas é um tipo raro de câncer de bexiga que se origina nas células escamosas presentes na parede da bexiga. As causas exatas desse tipo de câncer ainda não são totalmente compreendidas, mas existem fatores de risco conhecidos, como o tabagismo e as infecções crônicas. Os sintomas podem variar, mas incluem sangue na urina, dor ao urinar e aumento da frequência urinária. O diagnóstico geralmente envolve exames como a cistoscopia e a biópsia. O tratamento pode incluir cirurgia, quimioterapia e radioterapia, dependendo do estágio da doença. É importante procurar um médico se houver suspeita de câncer de bexiga de células escamosas, pois o diagnóstico precoce pode melhorar as chances de sucesso no tratamento.

Marcar minha Consulta

Mais Popular

Abrir bate-papo
💬 Precisa de ajuda?
Olá 👋
Precisa de procedimentos cirúrgicos, exames ou consultas?
Fale conosco agora!